Lambari é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, uma estância hidromineral e faz parte do famoso Circuito das Águas de Minas Gerais.

TURISMO

A cidade é bastante procurada pelas suas destacadas belezas naturais, clima e principalmente pela ÁGUA MINERAL, eleita no passado como a 3ª melhor do mundo e capaz de curar doenças. Há, originalmente, sete fontes dentre as quais a Nº 1 e Nº 2 compõem a maior fonte de água mineral naturalmente gasosa do mundo.

O destaque alimentício é o requeijão Catupiry, criado pelo imigrante italiano Mário Silvestrini e sua esposa Isaíra, em 1911. Hoje o requeijão genuinamente brasileiro é provado por todo o mundo e o único requeijão cremoso brasileiro citado pelo Dicionário dos Queijos da enciclopédia Larousse.

E é na cidade onde se encontra o maior exemplar conhecido de Bougainvillea (ou Primavera) do mundo; estando á beira do lago Guanabara; de tão grande virou árvore frondosa de 18 metros de altura.

PONTOS TURÍSTICOS

Palácio do Cassino do Lago, Farol do Lago, Parque das Águas, Parque Wenceslau Braz, Lago Guanabara, Duchas e Cascata, Parque Estadual Nova Baden (reserva ambiental natural e museu, 4 km da cidade), Mata Municipal (reserva da mata Atlântica), Rampa de asa delta na Serra das Águas, Cruzeiro, Igreja Matriz Nossa Senhora da Saúde, Gruta Toca Da onça (Serra das Águas) e Gruta do Chapéu (Serra das Águas).

CACHOEIRAS

Cachoeira João Gonçalves (estrada Lambari/Jesuânia), Cachoeira Roncador (Estrada Lambari/Jesuânia), Cachoeira Sete Quedas (ao redor do Parque Estadual Nova Baden) e Cachoeira Serra das Águas, ou "Cachoeira do Mudinho".

FESTIVIDADES

Carnaval (considerado um dos melhores do Sul Minas), Inverno Gastronômico (final de julho), Festa da Padroeira Nossa Senhora da Saúde (15 de agosto), Semana Santa, Procissão Corpus Christi, Congadas (primeira quinzena de maio), Moto Fest (encontro de Motociclistas – 3ª semana de outubro).

Newsletter